Instituto Socioeducativo estabelece plano de ação para retomada das atividades

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e do Instituto Socioeducativo (ISE), vem adotando medidas de prevenção e controle da Covid-19 nos centros socioeducativos do estado, conforme orientação dos órgãos sanitários responsáveis. Uma dessas medidas é a elaboração de um plano de ação para a retomada das atividades, com o início das visitas no próximo sábado, 10.

O documento é estruturado em quatro pontos que indicam os procedimentos em situações distintas: ingresso de servidores e visitantes, visita de familiares, realização de atividade socioeducativa e atendimentos de saúde.

Visitas voltarão a acontecer no próximo sábado, 10 Foto: Cedida

De acordo com o presidente do ISE, Rogério Silva, as medidas de prevenção e combate à doença no instituto vão desde a criação de uma comissão responsável por elaborar, acompanhar e fiscalizar o plano de contingência, até a capacitação de equipe de saúde, aquisição de equipamentos de proteção individual e aquisição de material médico-hospitalar.

“O plano de ação vem para reforçar tais medidas. Além disso, serve para orientar a adoção de novas medidas e procedimentos, como forma de mitigar o risco de infecção pelo coronavírus, com o objetivo de flexibilizar o atendimento ao adolescente nos centros socioeducativos do Acre”, ressaltou.

Servidores e visitantes

Quanto ao ingresso nos núcleos, o plano de ação deixa claro que o procedimento é obrigatório para servidores, adolescentes e familiares de internos, bem como outras pessoas que desejarem ingressar nos espaços. Tais grupos precisarão usar máscara obrigatoriamente, terão a temperatura corporal aferida, passarão por higienização das mãos com álcool em gel e desinfecção do solado dos calçados com solução de hipoclorito.

As visitas familiares terão início no próximo sábado, 10, e se darão a cada 15 dias, com limitação de inscrição de apenas dois membros da família, sendo que só será permitido um visitante por adolescente em cada dia de visita. Além disso, não será permitida a entrada de alimentos e materiais, bem como de crianças e de idosos considerados grupo de risco.

Um ponto importante no controle estabelecido pelo documento é que a visita terá duração máxima de 30 minutos e se dará sem contato físico entre interno e familiar. Outra determinação é que os internos em situação de quarentena não estarão autorizados a receber visita.

Fonte: Agência de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *