Justiça aceita denúncia contra envolvido em latrocínio de auxiliar de eletricista

O juiz Clóvis de Souza Lodi da vara de delitos de roubos e extorsão recebeu a denúncia do ministério público estadual contra o acusado de matar o auxiliar de eletricista Edmundo Silva Melo. o latrocínio, roubo seguido de morte ocorreu no dia 30 de maio.

Aedreson Flávio Afonso de Oliveira, um dos envolvidos na morte de Edmundo Silva, passou da condição de acusado para réu.     A decisão é do juiz Clovis Lode de Souzaque aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual.

Para o magistrado existem indícios suficientes de autoria, bem como relevantes provas de materialidade do crime. Aedresson Flávio vai responder ação penal por uma tentativa de assalto e por latrocínio o roubo seguido de morte. Os crimes, ocorreram na noite de 30 de maio deste ano na região da Vila Acre.

Consta na denúncia, elaborada com base na investigação da DCORE, que o então acusado e um adolescente, tentaram roubar uma motocicleta, mas como não conseguiram funcionar o veículo. Foi até esta distribuidora, que fica no Bairro Santa Maria.

Aqui Aedresson Flávio como mostram imagens anexadas ao processo, ele desceu da moto, tomou o celular de Edmundo Silva Melo e, depois efetuou um disparo no pescoço da vítima.

O auxiliar de eletricista chegou a se levanta, mas depois caiu e não resistiu ao ferimento, a dupla fugiu do local do crime. Quatro dias depois, Aedreson Flavio, tentou assaltar um frentista neste posto de combustíveis em Senador Guiomard, mas acabou baleado por um agente de segurança.

Quando estava no pronto socorro de Rio Branco, o criminoso foi preso por investigadores da DCORE. O menor, que era o comparsa do acusado, foi também foi apreendido.

Reportagem/ Ecimairo Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *