Maternidade Bárbara Heliodora faz trabalho diferenciado com gravidas no período de pandemia

A maternidade Bárbara Heliodora está fazendo um trabalho diferenciado, com as gravidas nesse período de pandemia, para evitar contaminação. O trabalho minucioso começa já na triagem das pacientes.

As incertezas sobre o coronavírus ainda são muitas, especialmente para as gestantes. Ainda que estudos até o momento indiquem que não há comprovação sobre o vírus ser passado da mãe para o feto durante a gravidez. Outras questões são inevitáveis.

Uma delas é como está a realidade dentro das maternidades para o momento do parto durante uma pandemia. A Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, tem feito um trabalho diferenciado com as gestantes nesse período de pandemia, para evitar a contaminação. Segundo a coordenadora da comissão de controle de infecção hospitalar, Raquel Oliveira, a maternidade Bárbara Heliodora desenvolve um trabalho minucioso, logo na triagem das pacientes.

O primeiro passo para a segurança das gestantes na maternidade é uma triagem para que os profissionais da saúde possam entender qual é o estado da grávida. Através desse serviço é possível detectar se a gravida está com suspeita ou caso confirmado de covid-19.

Paciente de parto normal dependendo do estado clínico, a direção não permite acompanhante. Já a paciente que é submetida à cirurgia cesariana tem direito a acompanhante, mas obedecendo todas as regras de segurança.

Reportagem/Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *