Publicado em 3 de janeiro de 2013

Mochilas e fichários estão entre os mais caros da lista de material escolar

Embora falte um pouco mais de um mês para o início das aulas, as despesas com material escolar são inevitáveis neste começo de ano. Para quem vai encarar a lista de material escolar nos próximos dias, é bom preparar o bolso e reservar um tempo extra para as tradicionais pesquisas de preços.

As canetas, mochilas e fichários estão entre os itens mais caros da lista de material escolar em 2013. Em algumas papelarias da cidade, o acessório essencial durante o ano escolar –, a mochila, custa entre R$ 115 e R$ 290 reais. Nessa hora vale lembrar que nem sempre o material mais sofisticado é o de melhor qualidade ou o mais adequado.

Uma dica valiosa que pode ajudar a economizar durante a ida às livrarias e papelarias é evitar comprar materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque geralmente os preços são mais elevados. A publicidade exerce grande influência sobre crianças e adolescentes.

É importante esclarecer que a escola não pode:

– Solicitar a compra de materiais de uso coletivo, tais como material de higiene e limpeza ou taxas para suprir despesas com água, luz e telefone;

– Exigir a aquisição de produtos de marca específica; determinar a loja ou livraria onde o material deve ser comprado.

Saiba ainda que: Algumas escolas exigem que o material escolar seja comprado no próprio estabelecimento. Esta é uma prática abusiva, pois é obrigação da escola fornecer as listas de material escolar aos alunos, a fim de que os pais ou responsáveis possam pesquisar preços e escolher o local em que irão adquirir os produtos.

 

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)