MP deverá investigar Avancard por reserva ilegal de mercado

O deputado Daniel Zen (PT) disse ter pedido ao Ministério Público que apure a conduta da Fênix Soft por usura e reserva de mercado indevida criada pelo cartão de crédito Avancard. A declaração foi dada durante a sessão virtual da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 18.

Ele também discorreu sobre o corte de quase R$ 9 milhões no repasse federal à Universidade Federal do Acre, algo que vai prejudicar e muito os estudantes e a própria instituição.

“Nem mesmo o novo ministro foi capaz de brecar mais essa medida danosa”, disse ele, alertando que o Colégio de Aplicação será também atingido pelo corte.

Zen apela à bancada federal para reverter a tesourada do Governo Federal na Ufac. “O governo não tem a educação e saúde como prioridade. Demonstra o desmazelo do governo e dos que o apoiam com a educação básica e superior”, disse.

O deputado também citou o relatório do BID que põe o governo Gladson Cameli no período de avanço da extrema pobreza no Acre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *