MP instaura inquérito para apurar conduta da Seaprof em Cruzeiro do Sul

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Promotor de Justiça da Comarca de Cruzeiro do Sul, Wendy Takao, investiga denúncia de que máquinas da Secretaria de Estado de Extensão Florestal e Produção Familiar (Seaprof) estariam sendo usadas em propriedades rurais do município, executando serviços particulares. Um inquérito civil foi instaurado para apurar o caso, que pode configurar ato de improbidade administrativa.

Visando promover a defesa do patrimônio público e dos princípios constitucionais da Administração Pública, o MPAC já oficiou o secretário de Estado de Extensão Florestal e Produção Familiar, Lourival Marques Filho, solicitando informações acerca de um procedimento administrativo instaurado para apurar a conduta funcional do gerente da Seaprof em Cruzeiro do Sul, Franco Severiano de Melo Gomes.

O gerente e mais dois produtores rurais também foram notificados para prestarem esclarecimentos no MPAC. Se as denúncias forem confirmadas, o caso poderá ensejar em ajuizamento de ação civil pública.

 

Agência de Notícias – MP/AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *