Números de pacientes com traumas no pronto socorro mais que triplicaram nas últimas semanas

Aumento no número de tentativas de homicídio e acidentes de trânsito principalmente os envolvendo motocicletas esgotaram a capacidade cirúrgica e de internação no setor ortopédico do pronto socorro.  

Desde que foram registrados os primeiros casos de coronavirus em rio branco que a violência havia dado uma trégua substancial, essa tendência se estendeu aos acidentes de trânsito, os decretos oficiais exigindo o isolamento social e suspendendo várias atividades econômicas são fatores apontados pelo diretor geral do pronto socorro que impactaram no recuo da criminalidade, porém, essa trégua acabou.

Nos últimos 15 dias a movimentação de pessoas baleadas e acidentadas tem movimentado o PS, tanto, que uma ala de traumas que havia sido disponibilizada para pacientes de covid – 19 foi desmontada e adaptada para traumas novamente tamanho o número de pessoas acidentadas. O diretor do pronto socorro, Areski Peniche, lembra que a unidade está com a capacidade de internação esgotada, só nesse final de semana foram mais de 10 acidentes de trânsito em Rio Branco.

A situação está tão precária, que já fazia um bom tempo que não havia pacientes em maca em corredores do hospital, no setor de traumas existem pelo menos cinco, na segunda feira pela manhã, Areski teve uma reunião com o alto escalão da secretaria estadual de saúde e da fundação hospitalar no sentido da FUNDHACRE realizar parte das cirurgias ortopédicas nesse momento difícil.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *