O comércio acreano foi severamente afetado pela pandemia do novo coronavirus

Estabelecimentos foram fechados, funcionários afastados e demitidos. Com a classificação para faixa amarela veio à flexibilização e boa parte do comércio voltou a funcionar e dá alento a classe empresarial.

A recuperação total do comércio acreano deve durar mais de um ano é o que diz o economista Carlos Franco, que tem se debruçado durante o período de pandemia estudando a gangorra da economia.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os indicadores econômicos apontam que, mês a mês, os resultados têm sido negativos e acumularam, de janeiro a junho de 2020, queda de 4%.

A boa notícia é que o acumulado de um ano, de julho de 2019 a junho de 2020, manteve-se positivo, o que mostrou pequena recuperação de 2,5% e que deve melhorar nos próximos meses. A receita nominal de vendas do comércio varejista acreano apresentou no mês de junho um crescimento de 20,9% em relação a maio do mesmo ano.

Reportagem/ Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *