Organizações criminosas se fortaleceram no estado, diz investigação

Ecimáiro Carvalho-EcoacreTv

As organizações criminosas, que atuam no estado, se fortaleceram nos últimos anos é que a aponta um levantamento do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Acre.  Execuções, tentativas de assassinatos, assaltos, tráfico de drogas e de armas. Essas são as principais ações criminosas executadas pelas facções que atuam aqui no estado.

Além disso, a disputa pelo o território, resultou num verdadeiro banho de sangue nos últimos anos. A promotora de justiça Marcela Osório do (GAECO) disse que os levantamentos feitos pelo o Ministério Público Estadual, apontam que facções estão mais estruturadas e organizadas.  O contato com membros de fora do estado fortaleceu as facções.

As prisões e condenações de integrantes de facções ocorrem com frequência.  Recentemente, cerca de 50 membros de uma organização foram condenados a mais de 400 anos de prisão. A promotora disse que apesar da pena para organização criminosa ser considerada brada, a máxima e de seis anos, existem os agravantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *