Paciente gravida tem remédio retirado de unidade de saúde do Belo Jardim 1 por outra pessoa.

Uma trabalhadora gravida de três meses, supostamente teve seu cartão do SUS clonado por outra pessoa que foi a unidade básica de saúde Maria da Conceição, no belo jardim 1 e retirou toda a medicação que seria usada durante um mês, pela gravida. O coordenador da unidade de saúde disse que vai apurar o caso.

No mês passado Pai e filho foram presos em flagrante, acusados de falsificar receitas médicas e pegarem remédios nos centros e postos de saúde, principalmente usados no tratamento da Covid-19.

A prisão foi feita pela Polícia Civil do Acre, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco, após denúncias. Um caso parecido aconteceu com essa funcionária de uma empresa terceirizada que está gravida de três meses. Aline Alves de Souza Santos prefere não mostrar o rosto, temendo represália.

Segundo ela, na semana passada foi até o centro de saúde Roney Meireles, no Xavier Maia, para pegar medicação. Mas quando apresentou o cartão do SUS foi informada que seus remédios já haviam sido retirados por outra pessoa, na Unidade de Saúde Maria da conceição, no bairro Belo Jardim 1. Esse documento enviado por atendente do centro de saúde Roney Meireles comprova que os remédios foram retirados, ela só não sabe como isso aconteceu.

Nossa equipe levou o problema, para o coordenador da Unidade Básica de Saúde Maria da Conceição, no bairro Belo Jardim 1, Gustavo Oliveira Barbosa, confirmou que os remédios foram retirados, ele só não sabe por quem.

Reportagem/ Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *