Pesquisa da Fecomércio aponta que no acre, número de endividados cresceu nos últimos três meses

A pesquisa de endividamento e inadimplência do consumidor, divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, neste mês de maio aponta que mais de 66% das famílias acreanas estão endividadas.

Segundo o sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, o aumento de pessoas com dividas no estado, já vem sendo registrado há três meses e provocado possivelmente pelo fechamento de estabelecimentos considerados, não essenciais nesse momento de pandemia do coronavirus, onde empregador e empregado sofrem com prejuízos. Para o assessor técnico da Fecomercio no Acre, Egídio Garó, essa é uma tendência verificada em todo Brasil. O estudo aponta ainda que as dívidas são, em sua maioria, cheque pré-datado, cartão de credito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal e outros. Famílias com renda mensal menor que dez salários mínimos são as que mais padecem com o endividamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *