Polícia Civil prende foragido de Uruará–PA

italiano presoPoliciais civis do Grupo Especial de Capturas–Gecapc, prenderam na tarde de quarta-feira, 19, no conjunto Tucumã, o paraense de Itaituba, Claudézio Moreira de Sousa, o “Italiano”, 36 anos de idade.

Ele é acusado de vários crimes, incluindo homicídio triplamente qualificado, praticado na cidade de Uruará–PA. Sua prisão deu-se por meio de cumprimento a mandado de prisão, expedido pelo juiz Vinícius de Amorim Pedrassoli, da Comarca de Uruará.

Após a realização de investigações que apuraram situações de delitos contra a vida, o Gaeco (Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual–MPE), repassou as informações ao secretário da Polícia Civil, em exercício, Carlos Flávio. O chefe de polícia determinou providências imediatas.

Com base nas informações do Gaeco, a PC, por meio do Gecapc, constatou que o indivíduo era condenado a 15 anos de prisão, em regime fechado, por prática de homicídio. “Italiano” estava em Rio Branco, com a finalidade de se esconder da polícia do Estado do Pará, que estava a sua procura.

Também foi apurado que Claudézio Moreira, desde 2001, quando ocorreu o assassinato, passou por quase todos os estados da Federação, além de ter viajado para os Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Cuba e Itália. O foragido disse, em entrevista na sede do Gecapc, que estava no Acre há 9 meses.

Na ocasião da abordagem o indivíduo não esboçou qualquer tipo de resistência e confirmou ser a pessoa que os policiais procuravam. Após os procedimentos cabíveis, “Italiano” foi recolhido a carceragem do presídio Francisco d’Oliveira Conde, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *