Polícia Federal divulga nota agradecendo apoio da população e reafirmando parcerias contra o tráfico

A superintendência da policia Federal no acre, divulgou nota de esclarecimento sobre operações conjuntas no vale do Juruá no mês de julho, foram realizadas apreensões de drogas e combato ilícitos em vários municípios. As operações aconteceram também nos rios da região.

Nota à imprensa: OPERAÇÃO INTEGRADA

A Polícia Federal, em operação integrada com a polícia Civil de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima, o 6º Batalhão de Polícia Militar do Estado do Acre, a COE, a ROTAM e o GEFRON, atuou durante todo o mês de Julho no rio Juruá e nos ramais que ligam os municípios do Vale do Juruá. O objetivo era coibir o tráfico de drogas na região. Para tanto, uma lancha do Grupo Especial de Polícia Marítima/GEPOM da Polícia Federal foi posicionada durante toda a operação na foz do rio Paraná dos Mouras.

A equipe fluvial abordou mais de mil embarcações nas quatro semanas em que permaneceu no rio, enquanto equipes mistas de policiais militares, civis e federais realizaram patrulhas rurais diariamente na extensa malha de ramais que corta os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. Ao longo da operação foram apreendidos 117 quilos de maconha e 15 quilos de cocaína, além de duas armas de fogo.

As apreensões aconteceram tanto no rio quanto nos ramais. No dia 11 de julho (sábado), por volta do meio-dia, uma equipe conjunta da Polícia Federal e da COE abordou quatro suspeitos dentro de um ramal de Mâncio Lima.

No momento da abordagem, os suspeitos tentaram empreender fuga, contudo os policiais conseguiram deter três deles. Foram apreendidos com eles 15 quilos de cocaína e 10 de maconha.

Na manhã do dia 28 (terça-feira), policiais do GEPOM em conjunto com uma equipe da ROTAM e da Polícia Civil, apreenderam 78 quilos de maconha na boca do rio Juruá-Mirim, próximo de Porto Walter. Os traficantes haviam ocultado a droga em um esconderijo às margens do rio Juruá. O intento dos criminosos era esperar o fim da operação para transportá-la para cidade. A quantidade de maconha apreendida chamou atenção dos policiais envolvidos na ação porque no dia anterior homens da Polícia Militar já haviam logrado êxito em apreender 32 quilos de maconha na casa de um suspeito.

Além do combate ao tráfico de drogas, também foram encontrados ilícitos ambientais durante as fiscalizações, tendo sido apreendidos duas espingardas, dois caminhões e um batelão que transportavam madeira em barreiras policiais realizadas dentro do contexto dessa operação.

A Polícia Federal solicita que a população compreenda a importância de que se colaborar com o trabalho da polícia e denuncie qualquer prática criminosa que tenha conhecimento. Essa é a melhor maneira de combater o crime e melhorar a segurança, sobretudo nas comunidades rurais e ribeirinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *