Policiais Penais Fazem Protesto em Frente ao Palácio Rio Branco, Para Cobrar Promessas do Governo

Foto: Reprodução

As reivindicações dos policiais penais já se arrastam desde o governo passado. Na gestão do governador Gladson Cameli foram várias reuniões, muitas promessas, mas até agora nada resolvido. De acordo com informações dos membros da diretória do sindicato dos policiais penais, existe uma barreira blindando o governador, para a categoria não chegar até ele. As principais reivindicações são: Aprovação do subsidio salarial, que segundo o sindicato não vai onerar em nada a folha de pagamento, Lei Orgânica e a questão salarial, uma antiga conquista que não foi cumprida. A categoria pede com urgência concurso público para contratação de novos policiais penais. Segundo eles, hoje são em torno de 1.200 policiais, para cuidar de mais de 6 mil presos, assim o estado deixa de cumprir a lei de execuções penais. Beto Calixto está deixando a presidência do SINDAPEN, mas garantiu que vai continuar lutando pela categoria.

Joelson Sena foi eleito presidente do SINDAPEN, ele assume o sindicato na primeira quinzena de novembro, com muitos problemas para resolver.

Reportagem: Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *