Presidente da ACISA acredita que autoridades vão flexibilizar o comércio a semana que vem

Com queda no número de óbitos em decorrência da covid – 19 ACISA vive expectativa do governo e prefeitura flexibilizarem a abertura de outras atividades econômicas no estado, celestino bento afirma que sexta feira faz quatro meses que o setor está amargando prejuízos.

Desde o dia 17 de março quando estado e prefeitura de rio branco decidiram restringir as atividades comerciais, em especial, as não essenciais, que a associação comercial virou uma espécie de comitê de lamentações de empresários desesperados por verem seus negócios ruírem em virtude do novo coronavirus, aliás, na próxima sexta feira, faz quatro meses que a categoria está à deriva.

A cada duas semanas o comitê acre sem covid, avalia a situação das regionais  vislumbrando a possibilidade de mudar os níveis, atualmente baixo e alto acre estão no vermelho, em estado de emergência, recentemente o vale do Juruá e Tarauacá Envira foram reclassificados para a fase laranja  que é de alerta o presidente da associação comercial, celestino bento, mais uma vez voltou a afirmar que 30% das empresas não reabrem e outras estão pedindo recuperação judicial , um mecanismo legal para evitar a falência, a redução no número de mortes pode influenciar na decisão de Socorro Neri e Gladson Cameli.    

Celestino Bento reconhece o esforço do governo para barrar a proliferação do coronavirus que vem provocando centenas de mortes no estado, porém, ressalta que ao mesmo tempo, as famílias precisam manter os postos de trabalho para sobreviver com dignidade ele comentou inclusive o investimento de r$ 400 milhões de reais que o executivo está fazendo para recuperar os ramais através do DERACRE, é um ponto positivo que vai amenizar a crise.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *