Procura por psicólogos aumenta cerca de 40% nesse período de pandemia do coronavirus

Atendimento psicológico no centro psicossocial sumaúma 2 aumentou cerca de 40% nesse período de pandemia do coronavirus afirma a psicóloga Emelym Daniela.

Com a pandemia do novo coronavirus houve um aumento de 40% na procura pelo atendimento psicológico, essa tendência mundial se consolidou no estado em decorrência do pânico que tomou conta das pessoas durante a quarentena se adaptar ao novo normal, o isolamento social, impactou negativamente na saúde mental de quem perdeu um parente, um amigo ou um conhecido.

É uma situação de medo, de ameaça constante, sem saber o que fazer, com isso aumenta a ansiedade, o estresse e muitos entram em paranoia são fatores que podem levar a pessoa a depressão, angústia e até ao suicídio no centro psicossocial sumaúma 2, localizado no morada do sol, a equipe multidisciplinar comandada pela psicóloga, Emelym Daniela, vem se revezando para dar conta da demanda que aumentou cerca de 40% relação ao mesmo período do ano passado.

O paciente é avaliado no primeiro atendimento e só depois a equipe decide qual o método de tratamento ele será submetido, o CAPS oferece uma gama imensa de serviços. O atendimento ao público é disponibilizado de segunda a quinta feira, a partir das 7:30 da manhã as 4 da tarde, na sexta a equipe se reúne para planejar as ações da semana seguinte mais de 60% dos pacientes são mulheres, que são mais vulneráveis as doenças emocionais.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *