Projeto de lei que proibi a venda de cerol de e aprovado na câmara de Rio Branco

Após uma audiência pública envolvendo a comunidade, ministério público, corpo de bombeiros e a associação dos pipeiros, o projeto de lei que proíbe comercialização do cerol, linha chilena e de qualquer produto similar utilizado no ato de empinar pipas foi aprovado por unanimidade pelos vereadores de Rio Branco.

Somente no mês passado quatros pessoas deram entrada nos hospitais da capital em estado grave e quase perderam a vida após ter seus pescoços quase degolados por linha chilena utilizada para empinar pipas. 

Após a sanção da prefeita Socorro Nery o projeto começa a vale, e o estabelecimento que for pego vendendo esse tipo de produto será multado, a multa e no valor de 2 mil reais, e se tiver reincidência o comerciante pode perde o alvará de funcionamento de seu estabelecimento. Quem for pego soltando pipa em área urbana e utilizado cerol pode responder criminalmente.

Reportagem/ Simone Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *