Promotor ingressa com a ação civil pública para estado realizado concurso para policiais penais

O promotor de justiça Tales Tranin ingressou com uma ação civil pública para que o estado realize concurso público para o cargo de policial penal. No recurso o representante do ministério público estadual pede que sejam abertas 454 vagas.

Atualmente o Instituto de Administração Penitenciária conta com 1304 Policiais Penais, deste total, 133 são provisórios. Número considerado insuficiente para atender todas as unidades do estado. Por conta do baixo contingente, o promotor de Justiça Tales Tranin ingressou com uma ação civil pública contra o estado.

Para a realização de concurso público para policiais penais, por conta da lei, que proíbe a realização de concursos públicos. Até o final de 2021, o promotor Tales Tranin, pediu em liminar que o estado, já disponibilize no orçamento do próximo ano recursos para essa finalidade. O promotor disse ainda, que a contratação de novos profissionais de carreira é uma reivindicação antiga dos policiais penais.

Reportagem/ Ecimairo Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *