Samu em luto: Morre enfermeiro Patrício, “o anjo da vida”

Um adeus   inesperado e prematura. Assim os funcionários do Serviço Móvel de Urgência (Samu) de todo o estado,  receberam a triste  notícia da morte do enfermeiro George Patrício Moreira.

Acostumado a salvar vidas, mesmo nas situações mais extremas, o enfermeiro Patrício, foi vencido por um inimigo silencioso é mortal. Um infarto fulminante.

Era tarde de segunda-feira, dia 25 de Fevereiro, quando a viatura de suporte avançado do Samu ( zero 1 ) foi acionada para fazer um atendente de extrema urgência.

O endereço era a residência de um dos integrantes mais querido e antigo da equipe, o enfermeiro Patrício Moreira. O profissional foi encontrado caído no banheiro de casa.

O socorro  foi rápida. A partir daí, a equipe de suporte avançado, iniciou uma corrida contra o tempo é pela a vida. No trajeto até o pronto socorro, o enfermeiro teve duas paradas cardíacas dentro da ambulância. O médico de plantonista pediu para estacionar o veículo.

‘       Na Rua Izaura Parente, em meio ao intenso movimento do trânsito, a equipe da ZERO 1, iniciou os procedimentos para salvar, um dos seus mais brilhantes  profissionais. Pouco tempo depois mais duas ambulâncias e mais profissionais chegaram para ajudar no socorro. Médicos, enfermeiros e técnicos se revezavam nas massagens cardíacas.

Foram pelo menos duas horas de intensa batalha para reanima-lo,  mas o enfermeiro, que tanto fez pelas vidas, por ironia do destino,   se despediu deste mundo , no mesmo local, onde ajudava com toda a intensidade, a salva-las.

 

Por volta das 19 horas desta segunda-feira,  foi confirmada oficialmente a  morte do enfermeiro George  Patrício Moreira, o “anjo da vida”.

Patrício  Moreira, segundo os colegas, era um profissional dedicado é exemplar. Sempre estava pronto para atender o próximo, independente da situação.

O samu perdeu um excelente profissional, a sociedade deixa de ter um uma pessoa, que tinha como ofício salvar vida, a imprensa fica sem um grande amigo e, acima de tudo a família chora a morte prematura de um grande homem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *