Sargento denunciado pela morte da amante será julgado nesta quarta-feira

O sargento da reserva da polícia militar José Eronilson brandão será julgado nesta quarta-feira pelo conselho de sentença da 1ª vara do tribunal do júri. O militar sentará no banco dos réus para responder pela morte de Guiomar Rodrigues, com quem mantinha um caso extraconjugal.

José Eronilson da Silva Brandão, será julgado pelos crimes de homicídio –com agravante de feminicídio e por fraude processual. A sessão será realizada nesta quarta-feira, a partir das 8:30 da manhã na 1ª Vara do Tribunal do Júri.

O sargento da Reserva da Polícia Militar virou réu pelo assassinato de Guiomard Souza Rodrigues de Oliveira, com quem matinha um caso extraconjugal.         O crime, ocorreu em no dia 1º de dezembro de 2018.

O corpo de Guiomard Rodrigues foi encontrado nesta área de matar, do ramal do SINTEAC.         A vítima, de acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual, foi morta por asfixia.

O crime, teria sido motivado, pelo fator de José Eronilson, suspeita que a vítima estava grávida. Após o homicídio – o réu – colocou sobre o corpo de Guiomard Rodrigues – um lençol com a sigla CV, o que caracterizou o crime de fraude processual. Das cinco arroladas pelo Ministério Público Estadual quatro são família da vítima: O pai, a mãe, uma irmã e uma filha. O advogado Wellington Silva é que vai atuar na defesa de José Eronilson.

Reportagem/Ecimairo Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *