Se prefeitura flexibilizar comércio, ônibus voltam a normalmente na cidade

Sindicato dos trabalhadores dos transportes coletivos confirma que 10 motoristas testaram positivo para o coronavirus e um óbito, o setor está entre os segmentos que com maior incidência de contágio.

Com mais de 220 bairros e com uma frota diária de 160 coletivos, a cidade de rio branco foi esvaziada pelos decretos governamentais que interromperam as atividades consideradas não essenciais como forma de cortar a transmissão comunitária da covid 19, desde o dia 15 de março, que as empresas de ônibus estão operando com 30% da frota, o serviço oferece risco para aos funcionários e passageiros.

O sistema está entre os segmentos com maior incidência de proliferação do novo coronavirus, o setor gera atualmente cerca de 700 empregos diretos, 10 motoristas testaram positivo e houve registro de um óbito, o sindicato vem cobrando das empresas álcool em gel, água sanitária, sabão, máscaras e capacetes faciais. O presidente do SINTPAC, Francisco Marinho, ressalta que nesse aspecto os empresários têm sido bem sensíveis.

Tanto os motoristas de ônibus como os pequenos comerciantes vivem a expectativa da prefeitura flexibilizar a abertura de algumas atividades comerciais, se isso vier a acontecer, as empresas serão obrigadas a reforçar a frota, aliás, esse assunto vai ser debatido numa reunião dos empresários com a prefeita Socorro Neri.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *