Secretário municipal de saúde desmente boatos de falta de insulina nas URAPS de rio branco.

O problema é que só pacientes cadastrados no sistema municipal de saúde podem apanhar a medicação. As doze unidades de pronto atendimento de rio branco estão abastecidas com insulina a informação foi confirmada pelo secretário municipal de saúde, Oteniel Almeida, que rebateu boatos que o sistema estava desabastecido desse medicamento usado por pacientes diabéticos

A única unidade básica de saúde que a SEMSA está distribuindo insulina é a da cidade do povo, para evitar o deslocamento das pessoas até o Santo Afonso onde existe uma URAP, uma servidora do centro de saúde Cláudia Vitorino orienta os pacientes como usar a insulina injetável, todo procedimento é realizado por meio desta caneta.

Oteniel ressalta que apesar da rede está abastecida, a insulina só pode ser fornecida para os pacientes cadastrados no sistema de saúde do município, tem que ter prescrição médica, laudo atestando a necessidade de a pessoa fazer uso do medicamento, não pode ser liberado como um antitérmico por exemplo, existem critérios.

O problema é que pessoas diabéticas se deslocam até a unidades em busca do medicamento, achando que vão ter acesso simplesmente por que são portadoras da doença não funciona assim.

Reportagem/ Ronaldo Guerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *