Sindicato dos Urbanitários quer debate amplo sobre possível venda do DEPASA

Sindicato dos Urbanitários quer população debatendo sobre privatização do sistema de saneamento, o governo estuda repassar o sistema para iniciativa privada até o final do ano.

Desde novembro do ano passado que o governador Gladson Cameli vem ventilando a possibilidade de privatizar o DEPASA na época, Gladson declarou que o órgão é uma bomba relógio que devido uma série de fatores, entre elas a inadimplência, não consegue se sustentar e que todo mês o executivo repassa r$ 6 milhões de reais para manter o sistema funcionando, porém, o sindicato dos Urbanitários afirma que não prestar um bom serviço é estratégia do governo para colocar em prática esse projeto.

O acre segundo os sindicalistas, é o único estado que possui três empresas atuando no setor de saneamento SANACRE, DEPASA e SAERB, está última ligada à prefeitura de rio branco, que é dona da concessão do sistema da capital que numa manobra política foi repassada para o governo estadual e nunca resolveu os problemas crônicos de saneamento.

Para Janete Rodrigues, o desabastecimento que está gerando um caos pode ser o motivo que o governo queria para entregar o sistema a iniciativa privada.

Marcelo Jucá ressalta que o sindicato vai percorrer os 22 municípios acreanos, para alertar a população sobre os riscos que os consumidores vão correr caso o sistema seja vendido, a ideia do governo é aprovar a venda do DEPASA antes do recesso do final de ano e, como 2020 está acabando, existe pouco tempo para reverter a situação.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *