Publicado em 11 de março de 2013

Sindmed entrega ao MPE relatório com denúncias contra a rede pública de saúde no Acre

Na manhã desta segunda-feira, o presidente do Sindicato dos Médicos entregou ao Ministério Público Estadual, um relatório contendo fotografias e informações de como se encontra o serviço médico da rede pública em cinco hospitais de Rio Branco, e um no município de Brasiléia.

As inspeções feitas pelo sindicato estão acontecendo desde dezembro do ano passado. As UPAS, o Pronto-Socorro, a Maternidade, o Centro de Controle em Oncologia (Cecon) e o Hospital das Clinicas foram vistoriados pelos integrantes do Sindmed.

O cenário não é nada animador, como relatou o presidente do sindicato, José Ribamar. Segundo ele, os problemas são de infraestrutura, falta de equipamentos, e principalmente recursos humanos. Muitos médicos precisam se desdobrar nos plantões para dar conta dos atendimentos.

O relatório mostrou ainda que, no interior do estado, o problema é bem mais grave. Apenas 15% dos médicos que atuam no Acre estão nas cidades do interior.

Muitos realizam atendimentos em duas ou três cidades. Para dar conta das unidades de saúde em Feijó, por exemplo, enfermeiros estão receitando medicamentos –, função exclusiva dos médicos.

O caso já está sendo apurado pelo Ministério Público Estadual.

Deve acontecer nesta terça-feira, uma nova reunião entre o sindicato, representantes da Promotoria de Saúde e da Secretaria do Estado.

(Chrisna Lima)

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)