Sistema de captação do DEPASA está funcionando no limite

Diretor de operações do DEPASA diz que fragilidade no sistema pode provocar colapso no abastecimento de água em Rio Branco, as bombas em operação estão funcionando há 25 anos e não houve manutenção nos equipamentos.

Há quase um mês que o DEPASA vem tendo dificuldade para captar e distribuir água em rio branco por conta das constantes panes em seu conjunto de bombas. O diretor de operações do órgão, Luiz Anute, afirma que apesar do grande volume de recursos que veio nas gestões passadas para investimentos no setor de saneamento o sistema está prestes a sofrer um colapso, por falta de aquisição de novos equipamentos e manutenção das bombas que estão em operação.

Na ETA um tem bomba operando há 40 anos, para evitar o desabastecimento os operadores da estação de tratamento estão reduzindo a captação, até para evitar o transbordamento da lagoa de decantação, já que a bomba que joga para ETA dois está danificada e o volume caiu para 850 litros por segundo.   

luiz Anute disse que se o motor da segunda bomba enguiçar 70% da população fica sem água, como qualquer peça para esse tipo de equipamento é feito sob encomenda e leva tempo para fabricar , uma pane colocaria em xeque todo sistema, tanto que o governador, Gladson Cameli, pediu a diretoria técnica do DEPASA que faça uma consulta de preços para a aquisição de uma bomba nova. É por isso que em várias regiões da cidade a população está sem água há alguns dias quando as bombas não quebram, o problema vem da energia.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *