Tião Fonseca é solto, após ser acusado de desvio de recursos públicos no Depasa

O ex-diretor presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) Tião Fonseca foi solto nesta sexta-feira, 7, após ser preso durante a Operação ‘Toque de Caixa’, da Polícia Civil, deflagrada na última segunda, 3, em Rio Branco.

As investigações da Polícia Civil duraram cerca de dois meses e apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, sua esposa, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais.

A Operação Toque de Caixa foi deflagrada, pela Polícia Civil, que constatou que a empresa ligada aos ex-gestores do Depasa, TIão Fonseca, ex-diretor presidente, e Edson Siqueira, ex-diretor financeiro, era beneficiada com o pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil.

A soltura de Tião Fonsecca foi confirmada pelo advogado Gelson Neto, que acompanhou os procedimentos de soltura tanto de Fonseca quanto da mulher dele, Delba Bucar. “Ele já está em casa. Ele cumpriu a prisão temporária e foi liberado ontem [sexta]”, informou.

Em relação a esposa de Tião, Delba Bucar, a informação é de que a prisão temporária dela foi convertida em domiciliar e ela está em casa desde a quinta-feira (06).

Os dois foram presos na segunda, quando foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária. A polícia apreendeu materiais, mídia, documentos, tanto na casa dos alvos como também na sede do Depasa.

Após a deflagração da Operação, o Ministério Público do Acre (MPE/AC) instaurou inquérito civil para aprofundar as investigações sobre o desvio de recursos públicos no Depasa. O MP informou que as investigações vão focar em um contrato feito entre o Depasa e a empresa Bucar Engenharia, que tem como sócia Delba Nunes Bucar, esposa do ex- diretor da autarquia, Sebastião Fonseca.

Fonte/ac24horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *