TJAC faz entrega de bicicletas para projeto “Pedalando Novos Tempos”

Bicicletas apreendidas serão utilizadas no curso de mecânica e reparação oferecido pelo Instituto Socioeducativo em parceria com o Senai

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) fez a entrega nesta quarta-feira, 29, de pouco mais de 150 bicicletas para o projeto “Pedalando Novos Tempos”, com intuito de contribuir com a profissionalização de socioeducandos.

Por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), a ação tem como foco realizar contribuir com o “Curso de Mecânica e Reparação de Bicicletas”, que será realizado pelo Instituto Socioeducativo (ISE) em parceria com o Senai, com a fiscalização do Ministério Público do Acre (MPAC), como uma atividade educativa para o desenvolvimento de habilidades dos adolescentes e instrumento de inserção no mercado de trabalho.

A desembargadora Regina Ferrari ressaltou a importância da atividade, que reforça o compromisso institucional para a garantia de direitos, com prioridade absoluta aos adolescentes, em especial, neste ano em que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 30 anos.

A juiza de Direito Zenice Cardozo, diretora do Foro, realizou a entrega das bicicletas apreendidas e salientou estar muito feliz com a possibilidade do Poder Judiciário acreano contribuir com tal projeto. “Com essa ação realizamos ocupação, terapia através do trabalho, educação e uma profissão para esses inúmeros adolescentes, que em algum momento de sua vida, estiveram em conflito com a lei”.

A magistrada disse ainda que a ação é uma união de esforços. “Que nós, estado, assim entendido Poder Judiciário responsável pelo julgamento, executivo, responsável pelo cumprimento da medida sócio educativa e o ministério público pela fiscalização da medida, possamos de fato fazer a diferença na socioeducação, devolvendo a sociedade um adolescente diferente e quem sabe até com uma profissão. Agradeço a todos que viabilizaram esse projeto, a Coordenadoria da Infância e Juventude, Ministério Público e ao Instituto Socioeducativo. Essa parceria institucional é fundamental”, ressaltou a a diretora do Foro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *