Vereador questiona projeto do executivo aprovado na câmara

Projeto do executivo que diz que médico é quem deve prescrever receita para a covid – 19 e que o município tem que dispor do medicamento gratuito é questionado pelo vereador Emerson Jarude, MDB, segundo o parlamentar isso já é obrigação do município.

Antes mesmo do projeto do executivo ser colocado em pauta o vereador, Emerson Jarude, MDB, já questionava a importância dele para os usuários do sistema público de saúde.

o projeto dispõe sobre a obrigatoriedade de toda receita que sair de uma unidade de saúde da prefeitura ser prescrita por um médico, assim como, o fornecimento do medicamento a custo zero ao paciente, isso segundo o mdbista é garantido pela constituição federal , tornando o ato do município sem  validade por isso, votou contra.

O médico Osvaldo Leal presidente do comitê rio branco sem covid, ressalta que a matéria embora tenha sido aprovada está em fase de discussão, a prefeitura está ouvindo especialistas e os próprios vereadores que podem sugerir mudanças para melhorar a prestação do serviço.

Outra acusação feita pelo líder da oposição é que a prefeitura deixou de investir r$ 20 milhões na saúde para gastar com asfalto, item que tem melhorado a popularidade da prefeita num ano de eleição ele mesmo constatou falta de medicamentos em alguns postos de saúde

Osvaldo leal rebate, ele afirma que na relação municipal de medicamentos só 6 itens apresentaram problemas, num total de 216.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *