Vice-presidente da República, Hamilton Mourão Cumpre Agenda no Acre

O vice-presidente da República, e presidente do Conselho Nacional da Amazônia, General Hamilton Mourão, visitou o estado do Acre, para conhecer o Centro de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma) da Secretaria de Meio Ambiente do Acre.

O Centro Integrado de Geoprocessamento do Meio Ambiente (Cigma) da   Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), reúne diversas instituições envolvidas diretamente com o meio ambiente que monitoram queimadas, crimes ambientais, enchentes, entre outros, emitindo dados informativos, boletins e estratégias de controle.

Como presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, Hamilton Mourão decidiu vir pessoalmente ao Acre conhecer as ações adotadas pelo Estado. Em abril deste, foi criado o Comitê Integrado de Ações Ambientais, coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e, desde então, o combate aos crimes ambientais foi intensificado. No período de 1º de janeiro a 11 de setembro, o Sistema de Alerta de Desmatamento, o Deter B do Instituto de Pesquisas Espaciais, registrou 3.385 alertas, com uma extensão total de 338,6 km2, representando 16,7% de redução em relação ao mesmo período de 2019.

“Em setembro de 2020, a redução do desmatamento no Acre em relação ao mesmo período em 2019 foi de 93,7%”. O vice-presidente da república, General Hamilton Mourão, durante entrevista coletiva destacou a importância do CIGMA.

Sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU, onde ele acusou índios e caboclos pelos incêndios florestais na Amazônia, Hamilton Mourão disse que existem exageros na divulgação dos dados. O vice-presidente, também questionou os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE.

Reportagem/ Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *