Gestores da segurança vistoriam presídios no interior do Acre

Durante toda a segunda-feira, a equipe da segurança vistoriou os presídios de Cruzeiro e Tarauacá (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Acompanhado de gestores do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), o secretário Emylson Farias realizou nesta segunda-feira, 9, visita técnica nos presídios do interior do Acre. A vistoria começou pelo presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, depois a caravana seguiu para o presídio Moacir Prado, em Tarauacá.

O objetivo das visitas, segundo o secretário Emylson Farias, é demonstrar para a sociedade e reeducandos que o Estado está empenhado em garantir a segurança pública dentro e fora dos presídios, atuando preventivamente para preservar vidas.

Farias falou sobre outras medidas que foram adotadas pelo Estado. Destacou, por exemplo, a contratação de policiais da reserva para fortalecer a segurança nos presídios, o investimento em armas e equipamentos e o compartilhamento de informações na área de inteligência com outros estados em todo o Brasil.

Também abordou investimentos da ordem de R$ 70 milhões para compra de viaturas, munição e capacitação de servidores.

Em Cruzeiro, gestores conversaram com lideranças comunitárias da cidade (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Depois, a comitiva seguiu para o 6° Batalhão da Polícia Militar, onde se encontrou com presidentes de bairros para falar de policiamento comunitário. No encontro com lideranças, o secretário voltou a defender a política de aproximação entre as forças de segurança e a comunidade.

“Estamos dizendo há mais de um ano que a prevenção é o caminho. O governo está investindo, e essa integração entre as instituições que compõem o Sisp e a sociedade é fundamental para fortalecer o enfrentamento à criminalidade”, disse Farias.

Os líderes comunitários elogiaram a iniciativa do Sistema de Segurança. “Tudo que fizer para a melhoria da segurança é bem-vindo. Esta ação preventiva é mais uma ferramenta para a erradicação da violência na cidade de Cruzeiro do Sul”, ponderou o presidente do bairro Aeroporto Velho, Edson Fidelis.

Abertura de novas vagas

O diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Martin Hessel, observou que o Sistema Integrado de Segurança Pública adotou diversas providências visando evitar problemas no sistema prisional neste período de turbulência que atingiu os estados do Amazonas, Rondônia e Roraima.

“Estamos estudando ampliar em até duas duas mil vagas nas penitenciárias, no médio prazo. Nesse contexto, Cruzeiro do Sul terá mais 570. Deste total, metade será excedente, podendo ser um dos raros presídios do Brasil com mais vagas do que internos”, disse Hessel.

No início da tarde, os gestores da segurança chegaram a Tarauacá. Durante a agenda, Emylson Férias estava acompanhado do secretário de Polícia Civil Carlos Flávio Portela, do coronel Ricardo, comandante-geral em exercício da Polícia Militar, além do Iapen e do subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista.

 

Agência de Notícias do Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *