Incidente em avião de Dilma durante volta do Equador causa apreensão na equipe presidencial

dilma1Brasília 247 – O voo em que a presidente Dilma Rousseff voltava do Equador para Brasília, na tarde da quarta-feira passada, sofreu turbulência forte quando passava pela região entre o Amazonas e o Acre. O Airbus A319, chegou a ter uma queda de cem metros.

Matéria do jornal O Globo relata que o assessor especial Marco Aurélio Garcia tomou um banho de vinho e uma ajudante de ordens, que estava em pé, bateu com a cabeça no teto e alguns pratos caíram no chão no fundo da aeronave. No entanto, ninguém ficou ferido.

Dilma, que estava com o cinto de segurança, foi à cabine perguntar ao piloto o que tinha acontecido. Na sequência, ela foi à parte de trás do avião para saber se todos estavam bem. Presidente e comitiva voltavam da cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *