Publicado em 26 de abril de 2013

Rodrigues Alves ganha delegacia de Polícia Civil ampliada e reformada

O Governo do Acre entregou nesta sexta-feira, 26, em Rodrigues Alves, região do Juruá, a Delegacia Geral de Polícia Civil, ampliada e reformada. A unidade policial abrange um projeto de modernização e humanização da instituição, visando oferecer um atendimento mais rápido e humanizado ao cidadão. 

A cerimônia de inauguração contou com a presença do secretário de Polícia Civil, Emylson Farias, delegado Vanderlei Thomas (diretor do Departamento de Polícia da Capital e do Interior), Elton Futigami (delegado coordenador da Regional de Polícia do Juruá), Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, prefeito da cidade, representantes da Câmara de Vereadores e do Poder Judiciário, promotor público, Leonardo Honorato, ten PM, Araújo.

Conforme o secretário Emylson Farias, muito ainda precisa ser feito pelo setor, mas o Acre nunca viu tanta atenção à segurança pública. “Aqui, na Polícia Civil, a realidade é outra. Trata-se de um novo conceito de segurança pública, mas isso não nos permite arrefecer aos desafios”, destacou.

As edificações da delegacia foram concebidas com ambientes bem divididos e climatizados, com gabinete para o delegado, sala de investigação, cartório, mobiliário novo, equipamento de informática com acesso à internet. Emylson Farias, na ocasião da reinauguração, entregou ao delegado Lindomar Ventura e sua equipe uma caminhonete Ranger para patrulhamento em ramais e estradas de chão.

Segundo ele, esse mesmo modelo de delegacia contempla um padrão, para o município de cerca de 15.000 habitantes, definido pelo Estado. As mudanças que serão implantadas naquela unidade policial, conforme o chefe de polícia, não serão apenas arquitetônicas, mas envolvem desde a divisão do espaço físico até uma modificação profunda nas rotinas internas da unidade policial o que possibilita melhorar o atendimento ao público.

“A intenção do Governo é prestar boa qualidade de serviço à população em um ambiente digno à realização do trabalho policial”, enfatizou Emylson.

CAPACITAÇÃO – Falando em nome do governo o delegado geral comentou que a Polícia Civil do Juruá recebeu investimentos na área de capacitação, tais como; cursos de policiamento comunitário e de tiros. Em defesa pessoal com aquisição de coletes balísticos, pistolas e munição, além de viaturas.

“O cidadão não vai experimentar a interrupção de qualquer atividade policial por falta de combustível. Quando necessário, cotas serão extrapoladas com um simples telefonema ao delegado coordenador ou ao administrador local da Polícia Civil”, observou Emylson, referindo-se às críticas de policiais com interesses políticos partidários que estariam na contramão de seu trabalho.

Lembrou que a SEPC elevou de um para seis o número de delegados na região; contratou peritos e escrivães e implantou o IML no município de Cruzeiro do Sul, que atende à microrregião do Juruá. Ele também  destacou as ações do governo como a ordem para ingresso de 250 agentes de polícia na academia, que após o período de preparação terão contratação imediata.

 O secretário agradeceu a todos os policiais pelo comprometimento e lembrou que o engajamento de todos permitiu que os serviços policiais alcançassem todos os pontos do Estado, pelas estradas e pelos rios. Emylson citou como exemplo as operações policiais bem articuladas, na região.

O prefeito Burica enalteceu as parcerias que vem acontecendo entre o governo do estado e a prefeitura, que vem dando qualidade de vida aos cidadãos. A prefeitura alugou uma casa que serviu para abrigar a delegacia durante o tempo em que a sede passou em reforma.

O delegado de Rodrigues Alves, Lindomar Ventura considerou que a nova delegacia vai melhorar o fluxo de atendimento: “Sem dúvida ficou um ambiente agradável para atendimento à população e melhorar as condições para realizar nosso trabalho de investigação”.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)