Publicado em 20 de fevereiro de 2013

Vereadores cobram mais policiamento em Rio Branco

Os vereadores da capital se reuniram com Comando Geral da Polícia Militar do Acre, nesta quarta-feira (20), para ouvir dos militares quais as ações estão sendo tomadas para reduzir os índices de criminalidade em Rio Branco. A visita também tem o objetivo de estreitar a relação entre Polícia Militar e Câmara Municipal.

Na oportunidade, os vereadores levaram, ao conhecimento dos comandantes, as denúncias e reclamações que têm recebido da população. O vereador Artêmio Costa (PSDC) disse que, por estar sempre nos bairros e em contato com a população, recebe muitas denúncias sobre o problema da criminalidade. “Quando recebemos reclamações constantes é porque algo não está funcionando como deveria. Estamos aqui, buscando auxiliar o trabalho da nossa polícia”, concluiu o vereador.

Segundo o subcomandante da PM, coronel Paulo Cezar, o trabalho diário da polícia é pela redução da criminalidade. Porém, a segurança pública é um problema de todos e surge dentro das nossas casas. “Não existe um só dia em que o policial não lute, com toda a sua força, contra o crime. A solução do problema da violência não é meramente policial. É humanístico”, completou.

Uma boa notícia foi dada pelo comandante da PM, coronel Anastácio. Segundo ele, além das diversas ações educativas e operações contra o crime, a aquisição de novos equipamentos e contratação de mais 490 militares vai auxiliar o trabalho da corporação. “Unidades móveis de monitoramento, câmeras e outros equipamentos já foram adquiridos. Também haverá, até o fim do ano, concurso para a contratação de 240 novos policiais militares e 250 bombeiros para ajudar no nosso trabalho”, garantiu Anastácio.

 

O comando da PM também fez o convite para que os vereadores visitem todas as unidades e batalhões da PM em Rio Branco e se prontificou a participar das reuniões que os vereadores realizam com a comunidade.

 

A vereadora Roselane Jardim (PRP) garantiu estar satisfeita com os resultados da reunião com a Polícia Militar. “A união entre as instituições e a comunidade é a nossa maior arma contra o crime. Estamos firmando uma parceria entre a Câmara de Rio Branco e a Polícia Militar e faremos o que for necessário para ajudar”, disse.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)