Corregedoria do MPAC se reúne com o futuro corregedor-geral da Justiça

O corregedor-geral do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), procurador de Justiça Celso Jerônimo de Souza, participou nesta quinta-feira (07) de uma reunião via videoconferência com o futuro corregedor-geral da Justiça, desembargador Élcio Sabo Mendes Júnior, que tomará posse no dia 5 de fevereiro.

A reunião, realizada por meio da plataforma Teams em virtude da pandemia da Covid-19, teve como objetivo discutir atividades e parcerias para o ano de 2021, além da troca de experiências quanto à atuação dos dois órgãos, visando o aperfeiçoamento dos serviços e atividades correicionais.

Participaram ainda do encontro o subcorregedor-geral do MPAC, procurador Álvaro Luiz Araújo Pereira, os promotores-corregedores Nelma Araújo Melo de Siqueira e Washington Nilton Medeiros Moreira, além dos servidores que integram o Órgão de Vigilância do MP e os que integrarão a Corregedoria Geral da Justiça.

Foi apresentado ao futuro corregedor-geral da Justiça a equipe e estrutura da Corregedoria do MP composta pelos núcleos jurídico, técnico e psicológico, um subcorregedor-geral e três promotores-corregedores, todos acumulando os ofícios institucionais das suas respectivas unidades ministeriais com as atividades do Órgão Censor.

Elcio Mendes também apresentou parte da sua futura equipe de trabalho e enfatizou a importância do constante diálogo e compartilhamento de experiências entre as corregedorias, sugerindo a criação de um calendário de reuniões mensais ordinárias para discutir assuntos de interesse comum. “Acredito que seria muito importante para resolver questões de caráter pontuais do dia a dia”, disse.

Por sua vez, o corregedor-geral do MPAC agradeceu a visita institucional virtual e desejou sucesso à gestão do novo corregedor-geral do TJAC, manifestando sua disposição para a manutenção de um diálogo institucional constante, anuindo com a proposta do calendário de reuniões interinstitucionais que facilitará e agilizará a resolução de questões de interesse comum.

Celso Jerônimo declarou sua satisfação pela oportunidade que terá de interagir com o futuro e novo corregedor-geral da Justiça, lembrando que na sua atuação como corregedor teve o privilégio de manter interlocução muito positiva com a então corregedora e futura presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Waldirene Oliveira da Cruz Lima Cordeiro, e com o atual corregedor-geral, desembargador Júnior Alberto Ribeiro.

“No curso do mandato anterior e deste, posso dizer que fui privilegiado por ter trabalhado com a desembargadora Waldirene Cordeiro, quando corregedora, com o desembargador Júnior Alberto, atual corregedor-geral e, agora, também vou poder atuar tendo o desembargador Élcio Mendes na liderança da Corregedoria Geral da Justiça, o que me dá a certeza de que continuaremos tendo um importante espaço de diálogo franco, respeitoso e profícuo, o que concorre para fortalecer e aperfeiçoar a atuação correicional das duas instituições, bem como para superar eventuais entraves burocráticos, propiciando, com isso, otimizar tempo, agilizar as respostas a temas de interesse do cidadão e da sociedade”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *