Núcleo de Toxicologia da Ufac e MPAC discutem importância da implantação de Centro de Assistência toxicológica

Representando a Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a procuradora-geral adjunta para Assuntos Jurídicos e Institucionais, Gilcely Evangelista, recebeu nesta segunda-feira, 5, o coordenador do Núcleo de Toxicologia Clínica da Universidade Federal do Acre (Ufac), professor Dayan de Araújo Marques, que veio fazer uma apresentação acerca da necessidade de implantação de um Centro de Informação e Assistência Toxicológica (Cetox) no Acre.

O Cetox tem por objetivo prestar informação qualificada e rápida para profissionais da Saúde que estão na ponta de um atendimento de emergência, bem como para órgãos públicos, polícias, bombeiros, paramédicos e a população em geral. O objetivo é oferecer informações em tempo real sobre procedimentos a serem tomados em casos de intoxicação por medicamento, problemas com animais peçonhentos, etc.

“Com a implantação desse Centro aqui, vamos integrar o Acre à rede nacional de atendimento de emergência em intoxicações. Isso vai contribuir para gerar informações epidemiológicas, pois não conhecemos a realidade toxicológica do Acre e suas demandas. Além de prestar atendimento à população, vamos gerar informações para que seja possível a elaboração de politicas públicas de prevenção aos casos de intoxicações e antídotos que não temos no estado. É uma série de benefícios importantíssimos”, explicou o coordenador.

Marques destacou, ainda, que o Cetox é um serviço oferecido em todo o país no âmbito do SUS, para urgência e emergência, sendo o Acre, um dos sete estados da federação que ainda não possui esse serviço instalado e que deveria estar funcionando desde 2015.

“Nós da Ufac estamos implementando esse serviço, porem, precisamos que o Estado celebre um convênio para que isso se efetive. Como é um serviço do SUS e o SUS compete ao estado precisamos fazer esse convênio. Viemos ao MPAC mostrar a problemática e solicitar que o órgão nos ajude a chamar as pessoas para que possamos avançar nisso”, disse o coordenador.

Também estiveram presentes na apresentação, a diretora de Planejamento e Gestão do MPAC, Josenira Oliveira, e os servidores do Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera), Bruna Oliveira e Diego Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *