Maior bilionário brasileiro faz escola no Google

Duas máquinas de ganhar dinheiro. Muito dinheiro. De um lado, o maior bilionário brasileiro (Jorge Paulo Lemman) e, de outro, o Google.

O que poderia resultar dessa parceria?

Vimos ontem o que resultou. Resultou numa escola digital, capaz de ajudar milhares de jovens a aprender. E sem gastar um único centavo. É algo que pode (e deve) ser replicado em qualquer país.

Professores fizeram uma seleção dos melhores vídeos gratuitos na internet com aulas – tudo em português. A novidade aqui é selecionar o que existe de melhor no mar de vídeos do YouTube, tirando o lixo (a maior parte) de lado.

A seleção tentou combinar a atratividade do vídeo com a precisão. Daí se criou um canal que serve como uma escola inteira de ensino médio.

Nada disso substitui a boa escola. Mas é uma ajuda de extrema relevância, servindo para disseminar o conhecimento e avançar no nível de aprendizado.

Lembremos que, pela internet, estão surgindo plataformas que os alunos são ajudados a aprender sozinhos, com programas que simulam um professor particular. Ela necessitam de material de qualidade e acessível.

Para conhecer mais detalhes dessa inovação, clique.

gilberto dimensteinGilberto Dimenstein ganhou os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Integra uma incubadora de projetos de Harvard (Advanced Leadership Initiative). Desenvolve o Catraca Livre, eleito o melhor blog de cidadania em língua portuguesa pela Deutsche Welle. É morador da Vila Madalena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *