Publicado em 22 de novembro de 2012

Dia mundial em memória das vítimas de trânsito

Naganuma*

A Assembleia-Geral da ONU instituiu o terceiro domingo de novembro como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito através da Resolução A/60/5/2005 e em 2 de março de 2010, a mesma Assembleia da ONU proclamou oficialmente o período de 2011 a 2020 como a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, a fim de estimular o Mundo para iniciar o processo para conter e reverter a tendência crescente de  graves acidentes no trânsito causando fatalidades e deixando sequelas.

Isso foi uma grande vitória para um movimento mundial que começou em 1993 sob a coordenação da Federação Europeia das Vítimas de Acidentes de Trânsito – FEVR.

Mensagem do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

“Todos os dias, cerca de 3,5 mil pessoas morrem nas estradas. Outras dezenas de milhares de pessoas ficam feridas. Famílias são desfeitas. O futuro de jovens é interrompido. Acidentes em estradas se tornaram a principal causa de morte entre pessoas de 15 e 29 anos”. Esse é um preço inaceitável a ser pago pela mobilidade.

A Década de Ação pelo Trânsito Seguro 2011-2020, que começou em maio desse ano, estabeleceu como meta salvar cinco milhões de vidas. Um plano global para a década fornece um quadro para governos, sociedade civil e o setor privado trabalharem juntos para melhorar a administração das estradas, aprimorar a segurança das estradas e de veículos; e educar motoristas, passageiros e pedestres em comportamento seguro.

O plano foca nos grandes riscos, como o excesso de velocidade, bebidas alcoólicas e direção, desatenção ao usar dispositivos móveis e a falta de uso de cinto de segurança, de capacetes e da retenção de crianças. O plano pede uma melhor infraestrutura e inovação. O plano global também inclui cuidado para vítimas, incluindo seu resgate, tratamento e reabilitação a longo prazo. Também pede uma minuciosa investigação de acidentes para prevenir futuras mortes e feridos. A própria ONU deve fazer sua parte para implementar o plano. No início do mês, um sistema de política abrangente foi introduzido para promover a segurança nas estradas e a operação segura de veículos da ONU. Globalmente, estima-se que a posse de veí-culos possa dobrar em 2020. Dada a expansão rápida do uso dos veículos, especialmente nas economias emergentes mun-diais, o reforço da capacitação para a segurança das estradas é crucial. Neste Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito e seus Familiares, vamos mobilizar todas as contribuições possíveis para melhorar a segurança nas estradas – de urbanistas a designers de veículos, de formuladores de políticas a usuários das estradas. Vamos honrar aqueles que perderam suas vidas nas estradas mundiais agindo para salvar a vida dos outros”.

Na mensagem do Secretário Geral da ONU, podemos verificar muito claramente que o comportamento dos indivíduos é o principal ingrediente para os acidentes trânsito.

Todos os focos para o grande risco como bebidas alcoólicas, desatenção, dispositivos móveis, falta de uso do cinto de segurança, de capacetes e a falta de equipamentos adequados para retenção de crianças, refletem diretamente na atitude de cada uma das pessoas que fazem parte do trânsito.

Como venho reiterando através da minha coluna, a atitude/comportamento no trânsito só vai melhorar quando as instituições envolvidas diretamente no assunto, perceberem que o primeiro passo a dar é a educação para o trânsito, veiculadas em todos os meios de comunicação de maneira “insistente” e de modo a atingir todas as faixas etárias, isto é, uma educação de modo simples, mas didática o suficiente para que a população como um todo possa entender e assimilar o modo adequado para se comportar no trânsito.

O evento do Dia mundial em Memória das Vítimas do Trânsito já foi realizado no Brasil no Rio de Janeiro (2008 e 2009), Florianópolis (2010), Curitiba (2011) e em 2012 a capital brasileira do evento será realizado em São Paulo.

A presidente Dilma Rousseff, através de ato, criou o “Conselho Nacional Pela Redução de Acidentes” e por causa do lançamento da campanha “Pela Consciência no Trânsito” em 2013 o evento acontecerá em Brasília.
www.naganuma.com.br    mn@naganuma.com.br     Twitter – @mtnaganuma

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)