Acusado de executar ex-detento é preso em Plácido Castro

Acusado e vítima moravam na mesma casa há duas semanas. Mas a recente amizade entre eles terminou de forma trágica.  Na manhã do dia 27 de novembro do ano passado, Rudson da Costa Nunes, de 19 anos, assassinou Francisco de Jesus Araújo de 24 anos a golpes de terçado.

A execução aconteceu na residência do acusado, localizada na invasão do Panorama. “Dim”, como era mais conhecido foi degolado. O corpo da vítima foi amarrado e deixado dentro do imóvel.

Rudson da Costa confessou o crime. Em sua versão, ele disse que a vítima estava furtando objetos de sua mãe. Depois do homicídio o acusado fugiu para o município de Plácido de Castro. Mas na noite de quarta-feira foi preso por agentes do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil.

Segundo a polícia, além de Rudson da Costa mais três pessoas participaram do crime. Cleydvar Alves de Oliveira e o indígena Antônio Carlos da Silva Sabino Kaxinawá estão com a prisão preventiva decretada. O terceiro envolvido é um menor.

Rudson da Costa foi denunciado por homicídio qualificado, motivo torpe e meio cruel que impossibilitou a defesa da vítima.

Ecimáiro Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *