Acusados de matar mãe e filhos se diz arrependido e afirma que briga motivou crimes

monstro assassinoTanus dos Santos (23), acusado de matar a esposa Luciene Almeida Rodrigues e dois filhos dela, na última segunda feira, em Guajará Mirim (distante 303 km de Porto Velho), disse antes de se entregar a polícia, que as mortes foram motivadas por uma briga que teve com a companheira momentos antes.

Na quarta-feira, Tanus decidiu se entregar à Policia, mas antes se encontrou com a irmã de Luciene, na rua que dá acesso a Serra dos Parecis. A ex-cunhada, Tanus disse que ele e Luciene brigaram na noite do crime, mas não revelou a motivação da briga. Contou que perdeu a cabeça, teve um surto e atirou na mulher para em seguida atirar nos dois filhos. Ele ainda disse que está arrependido, chorou mas não derramou lágrimas e finalizou dizendo que amava a companheira. O encontro do acusado com a irmã da vítima foi presenciado por uma pessoa que pediu para não ter o nome divulgado.

Ao se entregar á polícia, Tanus resolveu ficar calado diante da delegada Márcia Maria Krause Romero, a quem limitou-se a dizer que somente prestaria depoimento em juízo.

Por segurança, o jovem foi encaminhado para Porto Velho após a população da cidade depredar o prédio da Delegacia local.

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *