Apreensão de madeira é realizada na Transacreana

O Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Acre realizou mais uma apreensão de toras de madeira e equipamentos utilizados para a extração. A operação foi designada a partir de uma denúncia anônima e levou ao flagrante da atividade ilegal de madeireiros rondonienses, no Ramal Jarinal, localizado no quilômetro 72 da Transacreana.

 

Graças aos investimentos do Estado, à parceria com o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e ao apoio da comunidade que também norteiam as diligências, a corporação vem tendo êxito em suas ações na busca pela preservação ambiental e punição dos infratores.

Na ocasião, foram apreendidas toras de madeira, tratores, motosserras e um caminhão. De acordo com informações do comandante do batalhão, major Negreiros, os agentes fazem parte da mesma quadrilha que teve parte dos integrantes autuados em Acrelândia há menos de um mês. “Os infratores já haviam mapeado várias árvores para derrubar e se trata de mais integrantes da mesma organização de madeireiros de Rondônia, que agiu no estado há poucos dias. A reincidência ainda é um problema na maioria dos casos”, explica.

As operações do Batalhão Ambiental ocorrem frequentemente e contam com a eficiência de profissionais que até chegar ao local destinado fazem todos os tipos de fiscalização e prevenção aos crimes comuns. Além disso, um material específico voltado à educação ambiental é disponibilizado no interior durante as ocorrências.

Os núcleos do Imac nos municípios também intensificam os resultados das operações conjuntas. Em caso de suspeitas de crimes contra o meio ambiente, a população pode facilitar o trabalho das equipes notificando os órgãos competentes por meio dos telefones (68) 3227-5095, do Batalhão Ambiental, ou (68) 3224-5694, do Imac.

Na ocasião, foram apreendidas toras de madeira, tratores, motosserras e um caminhão (Fotos: Cedidas)

Na ocasião, foram apreendidas toras de madeira, tratores, motosserras e um caminhão (Fotos: Cedidas)
(Agência de Notícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *