Criminosos são alvejados em troca de tiro com equipe do Gefron

Ascom/Sejusp

Entorpecentes, radiotransmissores, tinta spray e caixas de fogos de artifício, além de folha de coca e uma arma de fogo foram apreendidos na ocorrência

Quatro indivíduos foram alvejados durante troca de tiros com equipe do Grupo Especial de Fronteiras (Gefron), na noite desta quinta-feira, 1º, no município de Brasileia. A viatura utilizada na ocorrência também foi alvejada, mas nenhum membro da guarnição foi atingido.

De acordo com a equipe, a Polícia Militar, no município de Brasileia havia recebido denúncias de que indivíduos estariam nas proximidades do ramal do Nazaré, supostamente portando arma de fogo. De posse das informações, utilizando uma viatura descaracterizada da Polícia Civil de Epitaciolândia, os profissionais foram até o local para o reconhecimento da área, reconhecimento da rota e possíveis locais por onde tais indivíduos estariam passando.

Ao chegar no local, aproximadamente 10 indivíduos saíram de dentro de uma parte de mata fechada, rumo à pista, caminhando em direção à guarnição. Ao chegarem a cerca de 15 metros de distância, sacaram as armas de fogo e apontaram na direção da viatura.

A equipe passou a verbalizar, informando que se tratavam de policiais. No entanto, os indivíduos efetuaram disparos na direção da viatura. Diante do ocorrido, os policiais revidaram a ação e alvejaram quatros deles. Os demais suspeitos se evadiram do local. A viatura utilizada também foi alvejada, mas nenhum membro da guarnição foi atingido.

Ainda de acordo com a equipe, uma guarnição da Polícia Militar do 5º Batalhão foi acionada para realizar o devido apoio e os feridos foram levados até o hospital do município. Até o momento, dois dos feridos continuam hospitalizados e dois vieram a óbito.

A equipe informou, ainda, que ao realizarem incursão no local da ocorrência, conseguiram encontrar uma certa quantidade de entorpecentes, radiotransmissores, tinta spray e caixas de fogos de artifício, além de folha de coca e uma arma de fogo com três munições intactas e três deflagradas. O registro dos quantitativos ainda está sendo feito.

Os policiais destacaram que, aparentemente, o local era utilizado como base para uma facção criminosa, tendo em vista os símbolos e iniciais desenhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *