Publicado em 22 de novembro de 2012

Cruzeiro do Sul lembra os mortos no trânsito

O Detran realizou no fim de semana, em Cruzeiro do Sul, um encontro com entidades religiosas lembrando o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito 2012. Foi a primeira vez que omunicípio promove atividades nesse dia, criado originalmente na Inglaterra, em 1993. Em 2005, a Assembleia Geral das Nações Unidas sugeriu que estados-membros e a comunidade internacional adotassem o terceiro domingo de novembro para a celebração anual. O Detran publicou material específico, panfletos e adesivos lembrando a data.

Cruzeiro do Sul homenageou as vítimas fatais do trânsito no domingo (Foto: Divulgação Ciretran)

O local escolhido para a manifestação foi a Avenida Mâncio Lima, próximo ao portal da Assembleia de Deus, reunindo mais de 200 fiéis da Igreja Nossa Senhora das Graças, Igreja Assembléia de Deus, Igreja Batista do Bosque, Igreja Presbiteriana, Igreja Batista Nova Vida, Igreja Batista da Esperança, Igreja Casa da Bênção, Igreja Batista da Fé, Igreja Batista Betel, Igreja Internacional da Graça e Primeira Igreja Batista. Na atividade foram entoados cânticos, falas do bispo católico e do presidente das igrejas evangélicas, além de momentos de oração em favor das famílias enlutadas e pela paz no trânsito.

Acidentes demais

Os dados são estarrecedores: 1,2 milhão de pessoas morrem no mundo, por ano, vítimas de acidentes de trânsito. No Brasil, o número alcança 42 mil. Em Cruzeiro do Sul, em 2011, morreram 17 pessoas em acidentes de trânsito; neste ano, até agora, há oito vítimas fatais. Apesar da diminuição, recentemente dois acidentes chocaram a cidade: um deles vitimou fatalmente a estudante Laine Ferreira, atropelada a caminho da escola, e, em outro, o ex-vereador Estêvão Silva morreu após bater com o carro em um poste.

A Ciretran local vem investindo na educação para o trânsito nas escolas (urbanas e rurais) e para segmentos específicos da população como taxistas, mototaxistas, motoristas entregadores e outros, utilizando-se de palestras audiovisuais e peças de teatro.

Durante todo o ano, também foram desenvolvidas atividades educativas no centro da cidade, nos locais onde o fluxo de veículos e movimentação de pedestres é maior. O mesmo trabalho acontece de segunda a sábado das 17 às 20 horas, na Avenida Mâncio Lima, e, em frente à Ciretran, nas sextas-feiras pela manhã. A medida também ocorre em frente a 11 escolas, no horário de entrada e saída dos alunos, durante os dias úteis da semana. Desde setembro o trabalho também chegou aos bairros, onde, a cada sexta-feira do mês, a equipe de educação para o trânsito executa essa ação em um bairro diferente.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)