Publicado em 7 de fevereiro de 2013

Disparo acidental mata delegado Marco Antônio de Toledo, que atuava em Bujari

A notícia se espalhou rapidamente por todas as delegacias do Acre. Na tarde de ontem, o pátio do pronto-socorro (PS) foi tomado por autoridades policiais à espera do delegado Marco Antônio de Toledo, 36, que estava sendo conduzido pela ambulância de suporte avançado do Samu gravemente ferido.

As primeiras informações obtidas no PS pelo secretário de Polícia Civil, Emylson Farias, foram de que o delegado Toledo havia levado um tiro no peito efetuado acidentalmente por uma agente de polícia.

Toledo comandava uma operação para prender um bandido no município por volta das 17 horas, quando este investiu contra a polícia. Para contê-lo, um agente de policia que acompanhava o delegado efetuou um disparo, que acabou por atingir o delegado na altura do tórax.

Em menos de dez minutos que dera entrada no hospital, o delegado não resistiu aos ferimentos e morreu. Muito emocionado, Farias lamentou a tragédia dizendo que a polícia do Acre está de luto, afirmando que o caso já está sendo apurado por corregedores da polícia e que a família receberá toda a assistência necessária.

O corpo do delegado deve ser encaminhado hoje para São Paulo, onde será sepultado.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)