Publicado em 19 de novembro de 2013

Dois dos quatro integrantes da quadrilha responsável pelo latrocínio de taxista são acusados de outro homicídio

Com a prisão da quadrilha na semana passada, a polícia elucidou um latrocínio e três assaltos. Mesmo com o bando na cadeia a investigação teve sequencia. A intenção era descobriu se os acusados participaram de outros crimes.

A suspeita foi comprovada pela Polícia Civil. Dos quatro integrantes do bando, dois (Francisco de Oliveira Souza, o Chico, e o adolescente de  17 anos, participaram da execução de um jovem na região do Calafate.

O crime aconteceu na madrugada do dia 10 deste mês na rua Samauama, região do Portal da Amazônia. A vítima, Francisco Dione Lima de Oliveira, de 28 anos, foi assassinada com pedaço de pau.

Além de Francisco de Oliveira Souza, conhecido como Chico e do menor, um terceiro identificado por Frank também é acusado. A motivação do assassinato ainda não está esclarecida, mas a suspeita é que tem relação com o tráfico de drogas.

Como estava sendo procurado pela polícia, os acusados fugiram. Dois dias depois, Francisco de Souza Oliveira, Auricélio Botoza do Nascimento, Ariel Mailon Acácio de Menezes e o adolescentes de 17, assassinaram o taxista Wanderley Cardoso de Almeida, de 34 anos, para roubar o veículo da vítima.

O latrocínio aconteceu na Estrada de Porto Alegre. Wanderley também foi morto a golpes de pau, todos os golpes na região da cabeça.A quadrilha ainda realizou três assaltos até ser presa na noite do dia 13 por policias de Boca do Acre.

(Ecimáiro Carvalho)

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)