Publicado em 9 de janeiro de 2013

Dos 142 presos beneficiados com a saída temporária de Natal, sete ainda não retornaram ao presídio

Como ocorre todos os anos, a ‘esticadinha’ dos presos nas ruas após as festas de fim de ano sempre acontece na maioria dos presídios do país. E o Acre não foge à regra. Beneficiados com a saída temporária de Natal e Ano Novo, sete dos 142 reeducandos do regime semiaberto que deixaram no último dia 24 de dezembro o Presídio Dr. Francisco de Oliveira Conde, não retornaram para a unidade até à tarde de ontem.

De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça, diante de informações confusas sobre a ausência de nove reeducandos após o induto natalino, a juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos, solicitou uma revisão do controle da saída temporária, onde foi constatada apenas a evasão de sete.

Os presos que receberam o benefício de passar o Natal em casa têm sete dias para retornar às unidades prisionais, a partir da data em que saíram. A saída temporária é concedida aos internos que cumprem pena em regime semiaberto, que têm bom comportamento e que já tenham cumprido no mínimo 1/6 da pena, se o condenado for primário, e 1/4, se reincidente.

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)