Dupla decapitação seguida de esquartejamento de dois jovens foi motivada por vingança.

Fim da manhã de sábado, dia 03 de Dezembro do ano passado. Joalyson Nascimento da Silva e um adolescente de 15 anos, conhecido como Magrinho caminhavam pela região do Tancredo Neves. Quando foram surpreendidos por criminosos – que estavam num carro. Os bandidos efetuaram uma sequência de disparos contra a dupla.

Joalyson foi atingido no braço Já o adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no interior deste comercio Ambos, segundo a denúncia, integravam o Comando Vermelha. A partir daí começou um plano de vingança que foi concretizado dois dias depois.

Lucas Dennedy de Souza e este adolescente de 17 anos, que seriam membros do P.C.C.  Foram capturados, mantidos em cativeiro e depois assassinados.

As vítimas foram decapitadas e depois esquartejadas. Tudo foi gravado e o vídeo divulgado nas redes sociais. O duplo homicídio seria a vingança pela a morte do adolescente no bairro Tancredo Neves.  Joalyson Nascimento da Silva de 25 anos foi reconhecido nas imagens.  No dia 07 de Dezembro ele foi preso, na delegacia aponta aonde estavam os corpos das vítimas.

Um ano depois, foi levado ao banco dos réus para responder pelo o duplo homicídio e a ocultação de cadáveres. A sessão aconteceu nesta quinta-feira, na 1ª Vara do Tribunal do Júri.

O advogado João Victor de Andrade que defende Joalyson, trabalhou com a tese de participação de menor importância.  A defesa alegou que o acusado cumpria ordens dos conselheiros da facção. O promotor Teotônio Rodrigues – chegou a pedi a perna máxima para o réu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *