Publicado em 4 de dezembro de 2012

Funcionário do Tribunal de Justiça é flagrado por policiais aliciando criança dentro do Fórum

O que parecia ser mais um dia normal acabou se tornando um pesadelo na vida da aposentada Maria das Graças Derze, de 70 anos. A idosa, acompanhada da neta, de apenas seis anos de idade, fora buscar informações de um processo no Fórum Barão do Rio Branco na manhã de ontem e acabou indo parar na delegacia de atendimento à criança vítima.

Enquanto a aposentada aguardava atendimento sentada com a neta em um banco do Fórum, o funcionário do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, Joaquim Botelho Campos Filho, 52 anos, sentou ao lado da senhora e pediu para olhar o processo dizendo ser advogado. Nesse momento, sem que a avó da garota percebesse, ele começou a alisar as partes íntimas da criança.

Policias civis e um policial militar que aguardavam uma audiência na Vara de Tóxicos e Acidentes de Trânsito perceberam a ação do pedófilo e deram voz de prisão ao funcionário da casa. Joaquim Botelho foi preso em flagrante e conduzido à sede do Núcleo de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Nucria).

Já na delegacia, Joaquim Botelho disse que só falaria com a presença de um advogado. Ainda chocada, a aposentada Maria das Graças contou que não percebera que o funcionário do Fórum aliciava sua neta. A avó da criança informou na delegacia que Joaquim Botelho se identificou como advogado.

A criança confirmou ter sido tocada pelo acusado. O auxiliar de Justiça pode ser indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)