Homem que matou irmãos no V é preso em Capixaba

Com apoio do serviço de inteligência a Polícia Civil de Capixaba (75 quilômetros de Rio Branco) prendeu no início da noite deste domingo, 22, em um boteco, na zona central do município, Arlindo Calô dos Santos, de 46 anos.

Calô é investigado em quatro homicídios, dois dos quais contra os irmãos Mauricélio Bento Feitosa, 27, e Simone Bento Feitosa, de 18 anos, que estava gravida. Os irmãos teriam sido assassinados a sangue-frio, crime ocorrido na vila do V, distrito de Porto Acre, no dia 14 de abril deste ano.

Ele foi capturado mediante a mandado de prisão da justiça, pela equipe coordenada pelo investigador Franciberto Lima.

Os policiais tinham a informações do setor de inteligência da Polícia Civil que o investigado estaria escondido nas mediações do município de Capixaba. Durante uma semana, os agentes de polícia, passaram a realizar diligências no sentido de localizar e prender o suspeito.

Era início da noite quando os investigadores alcançaram o cidadão em um bar da cidade, fazendo uso de bebidas alcoólica. De imediato, a polícia realizou um cerco, não dando chances de reação ao suspeito, que preso, foi encaminhado à delegacia-geral de polícia da cidade, onde aguardará transferência para o presidio do Estado.

Pelo que foi possível apuar no meio policial, Arlindo relatou a equipe de investigação que matou as duas pessoas, porque, segundo ele, eram usuárias de droga. Detalhe, Arlindo estava bebendo no ato da prisão.

Conforme o delegado Carlos Bayma, presidente do inquérito que apura o duplo homicídio no V, trata-se de um cidadão de alta periculosidade. “Ele não tem misericórdia, age com frieza, não dando chances de reação para suas vítimas”, observa Bayma.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *