Publicado em 8 de abril de 2013

IML teve movimento intenso durante o fim de semana

O Instituto Médico Legal (IML) teve um movimento intenso neste fim de semana, com o registro de entradas de seis corpos, a grande maioria vítimas de homicídio.

Faltavam dez minutos para as sete horas da noite de sábado quando o rabecão chegou ao IML. Na viatura estava o corpo da jovem Maria Daniele Soares de Souza, de apenas 14 anos de idade.

Ela foi vítima de uma violência extrema. A menina foi estuprada, degolada e esfaqueada várias vezes. O crime aconteceu no município de Feijó. O corpo da jovem foi encontrado na manhã de sábado, e só durante a noite chegou ao Instituto Medico Legal.

Também passou pelo o IML o cadáver do ex-presidiário  Amós Silva de Almeida de 24 anos. Ele foi assassinado na noite de sexta-feira, 5, quinze minutos depois de deixar o presídio por força de um alvará de soltura.

O crime aconteceu em Sena Madureira e pode estar ligado com a guerra pelo tráfico de drogas entre quadrilhas rivais. A arma utilizada no assassinato foi apreendida pela Polícia Civil.

Já na capital, um adolescente de 17 anos também foi assassinado. O homicídio aconteceu na madrugada de sábado, 6, na Rua Quinari, no Bairro Triângulo Novo.

Alisson Freitas da Costa de 17 anos foi executado com dois tiros, um deles na cabeça. O homicídio será investigada pela 3ª Regional da Policia Civil.

 

(Ecimáiro Carvalho)

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)