Integrante do Grupo Hélio Melo é uma das vítimas do duplo homicídio do Recanto dos Buritis

A música acreana está de luto. Um de seus membros mais antigo, teve a vida ceifada de forma cruel é para sempre. Raimundinho do Cavaco, como era conhecido no mundo artístico, foi acionada próximo de sua residência, quando comprava a janta.

                O crime aconteceu na noite de domingo (26), na Travessa  São Bento, na Região do Recanto dos Buritis.

Segundo informações da polícia, Raimundo Nonato da Conceição Andrade de 55 anos, aguardava  pelo o churrasquinho, quando criminosos chegaram numa motocicleta e, fizeram diversos disparos.

                O alvo seria, de acordo com a polícia,  o funcionário do lanche, Ronilton da Silva Queiroz, conhecido como Cabeção, que também foi executado.  Mas os disparos acabaram atingido ainda  o músico. Raimundinho do Cavaco não resistiu aos ferimentos e, morreu antes de receber atendimento médico.

                O músico integrava a o tradicional  Grupo Hélio Melo, que se apresenta no Senadinho, no centro da cidade.

                O duplo homicídio é investigado na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, a DHPP. Até as 22 horas de domingo, nenhum envolvido no caso, tinha sido preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *